terça-feira, 18 de junho de 2013

O Cravo e a Rosa, Como nas Antigas Canções

Sabe o que eu gostaria?
Gostaria de escrever um poema
Sobre ti
O cravo mais lindo do jardim.
Dotado de pétalas brancas e vermelhas
Diferente.
Hipnotizante.

Acho que qualquer poema sobre flor tão bela
Seria de igual formosura.
E qualquer poema sobre flor tão livre
Gozaria de igual liberdade.

Mas tenho medo de escrever-te.
Tenho medo de ser
A rosa das antigas canções 
Tenho medo de ser despedaçada.
Tenho medo
Dos meus próprios espinhos
Tenho medo de ver meu cravo ferido.

Meu cravo.
Você.
Tu.

Chamo-te meu,
mesmo que não me pertenças.
Chamo-te meu,
apenas porque desejo que pertenças a mim!
Chamo-te meu,
porque no fundo (do meu coração) tu és.

4 comentários:

  1. "Chamo-te meu, porque no fundo (do meu coração) tu és."

    Lindo, lindo, lindo <3
    Awn. Tô morrendo de amores aqui. <3

    ResponderExcluir
  2. É triste, mas não deixa de ser bonito, sabe? <3

    ResponderExcluir